Unifacisa vence em casa com placar apertado pela Liga Ouro de basquete

BasqueteBasquete Unifacisa fez o dever de casa na vitória por 77 a 75 sobre o Macaé Basquete diante da sua torcida, na noite dessa terça-feira, em jogo válido pela Liga Ouro 2018. Apesar do placar apertado e da pressão sofrida, a evolução da equipe paraibana ficou nítida. Com o time mais entrosado, o técnico Eduardo Schafer avaliou como positiva a atuação em quadra e definiu o volume de jogo e a maturidade da equipe como consequência das duas vitórias fora de casa.

 

Rafael Stabile foi destaque no jogo entre Basquete Unifacisa e Macaé Basquete (Foto: Daniel Nery/Unifacisa) Rafael Stabile foi destaque no jogo entre Basquete Unifacisa e Macaé Basquete (Foto: Daniel Nery/Unifacisa)
Rafael Stabile foi destaque no jogo entre Basquete Unifacisa e Macaé Basquete (Foto: Daniel Nery/Unifacisa)
Satisfeito com a atuação, o comandante da equipe avalia o entrosamento como preponderante para melhorar o desempenho e manter o sonho do acesso ao Novo Basquete Brasil (NBB), maior competição do esporte no país, mesmo iniciando a partida vendo o Macaé dominar o jogo. Diferente dos jogos contra o São José e Corinthians, o time teve maturidade para virar e terminar com a vitória.

 

- Nosso time a cada jogo tem subido de produção. É o time mais entrosado e o que vem jogando melhor a cada partida. Eu tinha falado para eles que depois da nossa volta de Brasília o nosso time seria outro. Esse foi o nosso quinto jogo e deu para pegar mais ritmo - disse Eduardo Schafer

 

Além do trabalho em equipe, as atuações individuais de Paulo Nery (ala/armador), Rafael Stabile (ala), Farad Cobb (armador) e Rodrigo Piru (pivô) foram destaque da equipe. Juntos, os quatro jogadores marcaram 65 pontos.

 

Farad Cobb anotou 15 pontos para o Basquete Unifacisa na vitória sobre o Macaé Basquete. (Foto: Daniel Nery/Unifacisa) Farad Cobb anotou 15 pontos para o Basquete Unifacisa na vitória sobre o Macaé Basquete. (Foto: Daniel Nery/Unifacisa)
Farad Cobb anotou 15 pontos para o Basquete Unifacisa na vitória sobre o Macaé Basquete. (Foto: Daniel Nery/Unifacisa)

Com dois pontos de diferença para o primeiro colocado - que é o São José Basketball -, o Basquete Unifacisa segue na quarta colocação, empatado com o Blumenau, terceiro colocado, somando oito pontos. Para chegar e se garantir na briga direta pela classificação antecipada para as semifinais, o representante do Nordeste na Liga Ouro terá a seu favor uma sequência de mais três jogos ao lado da torcida. Além do mais, pela primeira vez, o time terá um pequeno intervalo entre os jogos. O Basquete Unifacisa só volta a entrar em quadra na próxima terça-feira, quando recebe o Brusque na Arena Unifacisa.

 

O tempo de descanso é, inclusive, o suficiente para recuperar os atletas e prevenir lesões. Além disso, é a chance de intensificar o tratamento do ala/pivô Shayok Shayok, que, com uma lesão na panturrilha direita, está fora desde o jogo contra o Cerrado Basquete. Caso se recupere, o jogador volta ao plantel dos disponíveis para Schafer para a disputa do sexto jogo do time pela primeira fase da Liga.

 

- Vamos seguir trabalhando porque semana que vem tem mais. Cada jogo é uma batalha. É um leão que a gente tem que matar por dia. Vamos buscar fazer o dever de casa vencendo a sequência de jogos que teremos em busca da classificação - declarou Eduardo.

 

Seguindo o sonho do título, o Basquete Unifacisa recebe o Brusque na próxima terça-feira em jogo na Arena Unifacisa, às 19h15, em Campina Grande.

 

 

 

 

 

Fonte. Ge pb