logo esporteamador

 

Pessoense Matheus Cunha marca duas vezes pela seleção Brasileira SUB-20

ee90356c7a2ee72a01fe306cd6f177d8A Seleção Olímpica segue 100% e dona de grandes atuações no Torneio Maurice Revello, antigo Torneio de Toulon. Neste sábado (8 de junho), no Estádio Jules Ladoumègue, na França, a vítima dos comandados de André Jardine foi o Catar, superado por 5 a 0.

Com a classificação para a semifinal praticamente garantida, o técnico rodou bastante o elenco e garantiu a vaga com gols do corintiano Mateus Vital, Paulinho e o pessoense Matheus Cunha, duas vezes cada.

 

Depois de estrear vencendo a Guatemala, a Seleção Brasileira superou ainda a França e o Catar na fase de grupos. Já que se classificam os primeiros colocados de cada grupo, além do melhor segundo, a Amarelinha aguarda a definição de todos os classificados para conhecer seu adversário na semifinal.

 

Ainda neste sábado, França e Guatemala se enfrentaram pela manhã para definir um possível classificado como melhor segundo colocado. E os donos da casa levaram a melhor, vencendo por 2 a 1.

O JOGO

Brasil eletrizante e preciso no ataque

Ataque contra defesa. O cenário do jogo ficou evidente desde os primeiros minutos no Estádio Jules Ladoumègue, na França. Mesmo com um time alternativo, diferente do que iniciou as duas primeiras partidas, a Seleção Brasileira tomou a iniciativa da partida, conseguiu envolver o Catar e foi responsável por todas as chances perigosas do primeiro tempo.

 

Logo aos seis minutos, Matheus Cunha foi lançado e, por pouco, não abriu o placar. Na sequência, foi a vez de Paulinho, que parou no goleiro do Catar, Aissa. Aos 14 minutos, enfim, a rede balançou a favor dos comandados de André Jardine. Após boa jogada de Wendel, Matheus Cunha recebeu dentro da área e finalizou cruzado para abrir o placar.

 

Com a vantagem, a Seleção só não acuou ainda mais o rival, como seguiu criando chances e vazando a meta do goleiro Aissa. Aos 22 minutos, Matheus Cunha, autor do primeiro gol, foi derrubado dentro da área. Na cobrança de pênalti, Mateus Vital buscou o canto e, apesar do acerto do goleiro, fez 2 a 0 para a Seleção Brasileira. Ainda na primeira etapa, Paulinho, com um belo gol, aumentou a vantagem.

 

Segundo tempo morno e controle brasileiro

Diferentemente dos primeiros 45 minutos, o segundo tempo foi bem menos intenso em solo francês. Com uma ótima vantagem construída, a Seleção Brasileira não manteve o ímpeto e apenas controlou o jogo. Do outro lado, o Catar, inofensivo até então, esboçou alguns ataques, mas exigiu pouco do goleiro Lucão, que entrou na vaga de Ivan no intervalo e fez sua estreia na competição.

 

Mesmo sem o ritmo de outrora, o Brasil ainda conseguiu transformar a vitória em goleada aos 31 minutos. Com um belo chute da entrada da área, Paulinho marcou o quarto gol. Depois, aos 38, foi a vez de Matheus Cunha, pela segunda vez no jogo, dar números finais e sacramentar o triunfo brasileiro.

 

FICHA TÉCNICA

 

BRASIL 5 X 0 CATAR

Local: Stade Jules Ladoumègue, na França

Árbitro: António Nobre

GOLS: Matheus Cunha, aos 21 minutos do 1T e aos 38 minutos do 2T; Mateus Vital, aos 24 minutos do 1T; Paulinho, aos 38 minutos do 1T e aos 31 minutos do 2T

 

BRASIL: Ivan (Lucão); Guga, Fuchs, Adryelson e Rogério; Wendel, Matheus Henrique (Pedro), Lucas Fernandes; Mateus Vital, Paulinho e Matheus Cunha
Técnico: André Jardine

 

CATAR: Aissa; Khalaf, Bahzad, Ellethy e Elias (Moustafa); Hassan Issa, Musa, Shehata; Abdelfatah, Abdulsalan e Abu Shanab (Alrumaihi)

Técnico: Albert Caballeria.

 

 

 

 

 

 


CBF