logo esporteamador

 

  • Otica Gabriella
  • Casa Bahia

Atletas, dirigentes e técnicos, fazem campanha na internet para incluir futebol feminino em Medida Provisoria 289

awce3rClubes de futebol feminino da Paraíba deflagraram nesta sexta-feira, 15, uma campanha nas redes sociais com o intuito de que o governador do estado da Paraiba, aceite a indicação de um dos deputados estaduais, para incluir o futebol feminino na Medida Provisoria 289, aprovada na última segunda-feira, na Assembléia Legislativa.

 

A MP 289, intitulada “Incentiva Esporte” disponibiliza recursos na ordem de R$ 7 milhões com aplicações de R$ 4,2 milhões para o futebol masculino profissional e o restante para apoio aos atletas paraibanos e incentivos a prática de outros esportes. A Medida Provisória tem como finalidade incentivar o futebol profissional masculino da Primeira Divisão do Campeonato Paraibano e os demais clubes e entidades que desenvolvam o desporto e o paradesporto de alto rendimento.

 

Na votação, os deputados estaduais rejeitaram a emenda da deputada Estela Bezerra, endossada pela deputada Camila Toscano e Jeová Campos, excluindo o Futebol Feminino e os Paratletas da MP. No final da sessão, o deputado Jeová Campos encaminhou à Mesa Diretora e acatada pelo presidente Adriano Galdino, indicação para que o governador inclua as duas categorias, já que, por se tratar de uma MP, cabe a João Azevedo fazer qualquer mudança antes de sancionar.

 

As equipes de futebol feminino do estado, que anualmente relutam pela sobrevivência deste seguimento esportivo na Paraíba, afirmam que o Futebol Feminino nunca foi prestigiado pelas autoridades constituídas, necessitando de apoios financeiros para sua estruturação e que a não exclusão das mulheres que gostam de futebol na MP, demonstra mais uma vez a discriminação contra o sexo feminino, o que poderá ser revisto pelo governador João Azevedo.

 

Além da campanha nas redes sociais, os clubes de futebol feminino, pretendem agendar uma reunião com o governador João Azevedo para viabilizar a inclusão do seguimento esportivo nas medidas adotadas pelo Poder Executivo em defesa do esporte estadual.

 

 

O senhor Guilherme Paiva, técnico do Auto Esporte atual campeão do Campeonato Paraibano e disputando o Campeonato Brasileiro A2, divulgou em grupos de whatsapp o cartaz da campanha pedindo apoio para a causa, representantes do Mixto, atual vice campeão também postou em suas redes sociais apoio, o professaor "Manuca" que a mais de 20 anos luta pelo esporte feminino também deu parecer favorável, a equipe do Verona Futsal de Bayeux postou em sua rede social um desabafo, "que vergonha para nossa Paraíba, inacreditável isso. O futebol feminino merece repeito e apoio para nossa modalidade em nosso estado".

 

Outro grande incentivador da modalidade e que revelou a maioria das meninas para o futebol feminino, o senhor Marcos Lima presidente do Kashima, demostrou todas sua indignação a descriminação ao futebol feminino em seu blog e nas redes sociais.

 

A atacante Lu Meyreles, que fez sucesso no Botafogo da Paraíba sendo tetra campeã pelo clube e atualmente joga no Flamengo-RJ, também se manifestou a favor da causa, o senhor Jorge Claudio do Clube Atlético Maniacos, outro grande incentivador e lutador pela modalidade feminina se manifestou favorável.

 

O ex atleta Beto, que jogou em Fluminense, Atlético MG, Auto Esprte entre outros, também apoia a causa, hoje Beto tem um projeto no Conde com uma escolinha de futebol feminino e faz torneios da modalidade na cidade.

 

 

 

 

 

 

blogdomarcoslima.com.br/@esporteamadorpb